explosicao


Video- Agente penitenciário é morto com mais de 20 tiros

 

A execução foi filmada por câmeras de segurança instaladas nas proximidades onde o veículo do agente estava estacionado

O agente penitenciário e estudante de direito Ednaldo Monteiro, 34, foi morto a tiros em Anápolis/GO, cidade situada a 160 km de Brasília, na tarde de terça-feira (02), quando saia de uma floricultura. Segundo a Polícia Civil de Goiás, os autores chegaram em um carro fechando o veículo da vítima e atiraram mais de 20 vezes, a maioria na cabeça.

A execução foi filmada por câmeras de segurança instaladas nas proximidades onde o veículo do agente estava estacionado. Pelas imagens, é possível depreender que o servidor público não teve qualquer chance de reação. Os três bandidos usaram pistolas 9mm. Um outro homem que acompanhava Ednaldo foi baleado na perna. Ele só escapou de ser alvejado mais vezes porque não entrou no automóvel no mesmo instante que o colega.

Os investigadores responsáveis pelo caso apuram as motivações e tentam chegar aos autores. A intenção é saber se a morte tem relação com sua antiga função de chefe da segurança do Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz, em Anápolis. Ednaldo havia sido alvo a Operação Regalia, desencadeada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), em 21 de novembro de 2017.

Ele estava afastado das funções no presídio desde a deflagração da operação. O agente e o então diretor da unidade, Fábio de Oliveira, são acusados por promotores de cobrar propina de presos e, em troca, deixarem os detentos saírem para festas, traficarem drogas e até manterem um motel dentro da cadeia.

A vítima deixa esposa e filha. O delegado Celiton Lobo, responsável pelo caso, deve começar a ouvir parentes, amigos e colegas de trabalho da vítima nesta quarta-feira (03). A corporação também busca outras imagens de câmeras de segurança para levantar informações sobre o veículo Spacefox prata usado pelos bandidos.

METRÓPOLES

Vejá também

Polícia Rodoviária Federal apreende 215 kg de cocaína

VILHENA, RO – Na última quarta-feira, 19 de setembro, os núcleos de inteligência do Gefron e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *