banner baile do avai


Ouro Preto: homem é atingido no rosto por tiro efetuado por mulher, em casa de show

Um homem foi vítima de tentativa de homicídio, na madrugada deste domingo (4), ao ser atingido no nariz por um disparo de arma de fogo, efetuado por uma mulher, que ainda teria dado um segundo tiro em direção à vítima.

O fato ocorreu por volta das 04h30, na casa de show Forró do Gauchinho, localizada na avenida Governador Jorge Teixeira de Oliveira, esquina com avenida Getúlio Vargas, bairro Jardim Novo Estado, Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

Segundo a polícia, era realizada uma blitz da Operação Lei Seca próximo ao local e, por volta das 04h30, os militares foram acionados por uma pessoa informando que estaria ocorrendo uma briga generalizada em um bar. Ao se deslocarem em direção ao estabelecimento onde ocorria a confusão, os policiais ouviram um disparo de arma de fogo vindo do interior de uma casa de show.

Ao se aproximarem do Forró do Gauchinho, um dos policiais avistou um homem com o rosto ensanguentado e uma mulher com um revólver na mão. Ao perceber a presença dos militares, a mesma efetuou mais um disparo em direção à vítima, porém não o acertou.

Visando coibir a ação da suspeita, os policiais efetuaram três tiros de pistola .40. Após os disparos, a mulher jogou a arma no chão, subiu na garupa de uma motocicleta e empreendeu fuga, tomando rumo ignorado.

No mesmo instante, estava acontecendo uma briga a poucos metros do local, sendo que várias pessoas envolvidas na confusão foram em direção aos policiais. Para se defenderem e coibir a ação, efetuaram seis disparos de espingarda calibre 12 com projéteis de borracha (antimotim).

Uma unidade do Corpo de Bombeiros foi ao local e prestou os primeiros socorros,encaminhando a vítima até o hospital municipal. O médico plantonista informou que o projétil teria atingido de raspão o rosto da vítima, lesionando apenas o nariz.

A arma, um revólver calibre 38, marca Taurus, de numeração 1213043, estava com quatro munições no tambor, sendo que duas estavam deflagradas e as outras duas intactas, porém com a espoleta acionada (picotada). Segundo os policiais, provavelmente a suspeita teria tentado atirar mais vezes, porém a arma falhou.

De acordo com uma policial, a vítima encontrava-se totalmente embriagada, não tendo condições de informar o que teria ocorrido. A ocorrência foi registrada na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para que o caso seja investigado.

Fonte: Gazeta Central

Vejá também

RO: Agente penitenciário mata um e fere outro , para se defender de tentativa de homicídio

Um criminoso, ainda não identificado, foi morto e um outro baleado, na noite desta sexta-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *