naiara azeved


Sob ameaça de ter de registro de candidatura indeferido, Rosani Donadon perde força em Vilhena

Enquanto isso

Em Vilhena a situação anda bem complicada para a candidata (?) Rosani Donadon. É que o Ministério Público Eleitoral entrou com pedido de impugnação do registro de candidatura dela, tendo vista a ex-prefeita ter tido seu mandato cassado por estar irregular nas eleições de 2016. Como ela deu causa a nulidade do processo eleitoral, em tese não pode concorrer na eleição suplementar marcada para o próximo dia 3. Só que a campanha de seu adversário, Eduardo Japonês (PV) já está na rua, com carros adesivados e até comitê de campanha. E Rosani, que pode ser substituída caso não consiga o registro, não tem como colocar o “bloco na rua”, tendo em vista sua situação indefinida.

Portanto

Enquanto o pedido do MPE não for julgado, ela fica em “stand by”, o que vem sendo muito bom para seu adversário, que vem agregando lideranças e os insatisfeitos com Rosani. Como, segundo alguns de seus ex-correligionários e apoiadores, ela não cumpriu acordos feitos em 2016, agora na suplementar ela está se vendo abandonada. Na cidade o clima é de “agora é a vez do Japonês”.

A maior cobrança porém

Vem da população de Vilhena, que ficou à ver navios em relação as promessas feitas por Rosani durante a campanha de 2016, entre elas a de que colocaria 100 médicos à disposição da comunidade. Dizem as más línguas que o povo não entendeu direito a promessa, que seria “sem médicos, e não cem médicos”. Servidor público efetivo não quer nem ouvir falar em Rosani, “ela só nomeia parentes e amigos”, disse um deles à PAINEL POLÍTICO. Vilhena está abandonada e até o distrito industrial virou um “distrito habitacional”, já que a então prefeita distribuiu terrenos que deveriam ter sido doados à empresas para habitações. Nos próximos dias estaremos mostrando um panorama mais abrangente da real situação da cidade que é a porta de entrada do Estado.

 

PAINEL POLITICO

Vejá também

Vídeo : Aluno em Rondônia espanca professor em sala e causando muita revolta .

Agressão aconteceu na Escola Maria de Nazaré de Jaci-Paraná, distrito de Porto Velho Um vídeo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *