Espaço sem Banner de Publicidade



Eleitorado de Rondônia pede divórcio do senador Marcos Rogério

Ao aceitar o papel de leão-de-chácara institucional do presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP), o congressista reduz sua figura política a pó e faz com que seus próprios eleitores exijam o fim do casamento.

Porto Velho, RO – Os paulistanos costumam brincar ao fazer analogia fria de sua avenida mais conhecida com o matrimônio: levando em conta as estações do metrô, ela, tal qual casamento, começa no Paraíso e termina na Consolação.

Mas, diferentemente da Av. Paulista, não há consolação para os eleitores do senador de Rondônia Marcos Rogério (DEM).

Eles exigem o divórcio do congressista eleito em 2018 sob a égide do discurso conservador entoado pelos maiores expoentes do Partido Social Liberal, o PSL do presidente da República Jair Bolsonaro e outros ascendentes do mesmo espectro ideológico.

A gota d’água aconteceu no decorrer desta semana quando o demista aceitou ser uma espécie de leão-de-chácara institucional do presidente do Senador Davi Alcolumbre, correligionário levado à Câmara Alta pelo povo do Amapá.

Tornou-se, a partir daí, um entre três principais desarticuladores dos vetos impostos por Bolsonaro à Lei de Abuso de Autoridade.

Batendo no peito comprando a postura dissonante em relação às exigências de quem o elegeu, Marcos Rogério tenta, a todo custo, soar como agente público independente, corajoso, livre de amarras.

Não é.

Para Marcos Rogério, seus eleitores sofrem de “cegueira política” / Imagem: Reprodução-Facebook

Por Rondoniadinamica
Publicada em 28/09/2019 às 09h37

Vejá também

Jaru: Procura-se emprego como cuidadora de idosos com larga experiência

Procura-se emprego de cuidadora de idosos com larga experiência e boas referência  Falar com a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *