Espaço sem Banner de Publicidade



Quatro acidentes deixam 7 mortos na BR-364 em RO; 2 acontecem em menos de 1h

Acidente na BR-364 no Km 43, em Vilhena, deixou quatro mortos. — Foto: Ricardo Araújo/Rede Amazônica

Casos aconteceram em Vilhena, Cacoal e Ji-Paraná entre a tarde e o início da noite desta sexta-feira (8). Entre os mortos, há uma criança, de cerca de 12 anos.

Quatro acidentes foram registrados na BR-364, em Rondônia, durante a tarde e o início da noite desta sexta-feira (8). Dois deles, inclusive, aconteceram em menos de uma hora. No total, sete pessoas morreram – entre elas uma criança, de cerca de 12 anos.

O primeiro acidente aconteceu às 15h22, no Km 241, altura de Cacoal (RO), região a 480 quilômetros de Porto Velho. Segundo registro da PRF, o acidente envolveu um caminhão e uma motocicleta. Uma pessoa morreu. Até o fechamento desta reportagem, a PRF não repassou mais informações sobre esse caso em Cacoal.

Já a segundo ocorreu às 15h57, no Km 43, em Vilhena (RO), região do Cone Sul. Neste caso, duas caminhonetes colidiram de frente. Três adultos e uma criança morreram. Ainda conforme informações da corporação, chovia no momento do acidente.

Segundo acidente aconteceu às 15h57, no Km 43, em Vilhena, e envolveu duas caminhonetes. — Foto: Ricardo Araújo/Rede Amazônica

Ao todo, oito pessoas se envolveram no acidente em Vilhena. Conforme apurou a Rede Amazônica no local da colisão em Vilhena, um dos veículos é da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai).

Na caminhonete menor, duas pessoas que estavam no carro morreram. Na maior da Sesai, o motorista morreu na hora. Uma criança que também estava no carro da Sesai, de cerca de 12 anos, chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional de Vilhena pelo Corpo de Bombeiros. Porém, o menino não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho da unidade hospitalar.

Três mulheres – uma delas grávida – sobreviveram, mas ficaram feridas. No veículo ainda havia um bebê de dois meses, que também sobreviveu. As vítimas que estavam no automóvel da Sesai são indígenas da aldeia Aikanã.

A PRF precisou interditar os dois sentidos da via para atender a ocorrência por cerca de duas horas. Como consequência, os condutores que queriam sair de Vilhena e seguir para Porto Velho enfrentaram um engarrafamento de pelo menos dois quilômetros.

Um dos veículos ficou com a parte frontal destruída. — Foto: Ricardo Araújo/Rede Amazônica
Com a colisão, via precisou ser interditada nos dois sentidos, formando pelo menos 2Km de congestionamento. — Foto: Ricardo Araújo/Rede Amazônica


Ji-Paraná: motocicletas e atropelamento

Nos Km 343 e 344, respectivamente, a PRF registrou os dois acidentes. A diferença entre os casos é de quase duas horas. O primeiro aconteceu às 17h40 e envolveu duas motocicletas.

Conforme informações da corporação, uma das vítimas acabou morrendo a caminho do hospital. Já a outra sofreu ferimentos.

Quase duas horas depois, um atropelamento na via marginal acabou matando uma pessoa. A PRF informou apenas que o motorista responsável pelo caso fugiu do local e que ele estava em um carro vermelho, segundo informações repassadas à polícia por testemunhas.

Até o fechamento desta reportagem, a PRF não forneceu mais detalhes sobre os casos.


Vejá também

Jaru: Dois jovens são interceptados pela PM em motocicleta com droga e arma de fogo

  Dois jovens foram presos pela Policia Militar por suspeita de trafico de drogas e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *